segunda-feira, 14 de março de 2016

[RESENHA] Como eu era antes de você



  Se você quer um romance barato, com fins super clichês, “como eu era antes de você”, literalmente não é o que você procura.

  Este romance/drama se passa na Inglaterra em pleno século XXI, contando a história de Louise Clark e Willian Trainor. 
  
 Lou é uma jovem de 26 anos, com um jeito extrovertido e diferente, trabalha em um café; mora com seus pais, a irmã solteira e o sobrinho; namora Patrick (que sinceramente é um completo idiota). Ela praticamente sustenta a casa, mas isso muda quando o café fecha e ela é despedida, a partir daí Will entra na sua vida. 
  Will Trainor, rico, 35 anos, um humor terrível, elegante, fica tetraplégico quando uma moto o atinge na calçada tendo umas das piores lesões em sua coluna.
  Seus caminhos são cruzados quando Lou começa a trabalhar como sua cuidadora, mesmo sem ter nenhuma experiência e com um contrato de 6 meses. O começo é difícil, Will parece inacessível, distante, suas dores são fortes, mas Lou com sua irreverência, consegue derreter o coração de gelo.
  A grande questão é de seu contrato durar apenas seis meses, devido a Will prometer aos seus pais que lhes daria somente esse tempo, depois deveriam leva-lo a suíça onde acabaria com seu sofrimento, uma espécie de suicídio assistido/ direito de morte.
  Quando Lou descobre, e entra numa busca de como fazê-lo desistir dessa ideia absurda, e nisso quem vai aos poucos mudando de vida é Lou, Will consegue transforma-la em alguém com novos horizontes e perspectivas, nisso tudo eles acabam se apaixonando, um pelo outro, em segredo dando início a uma linda história de amor.
  O que eu posso dizer é que, ficamos com pessoas vazias por um grande período de nossas vidas, no qual achamos que nos conhecem bem, mas a pessoas que com apenas 3 meses, se tornam tudo aquilo que nós nunca imaginaríamos, o resto é só lendo... Gostou diz para a gente adoraríamos ouvir suas opiniões ou criticas ficamos aguardando.




  “ – ás vezes, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama. Louise Clark. ”


  “ – Poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas. Will Trainor.”

3 comentários: